top of page

Evento de 10 anos da Adial Log discute futuro logístico de Goiás

21.06.2024

Future Log: impulsionando a logística com tecnologia e sustentabilidade em Goiás



Logística ligada à tecnologia e à sustentabilidade nos mercados nacionais e internacionais foi o destaque do evento Future Log, realizado nesta sexta-feira, 21 de junho, no TRT-GO, em Goiânia, em comemoração aos 10 anos da Adial Log, braço logístico da entidade. Participaram o vice-governador de Goiás, Daniel Vilela, o presidente do Conselho da Adial, Zé Garrote, o presidente-executivo, Edwal Portilho, o Tchequinho, o diretor-executivo da Adial Log, Eduardo Alves, o presidente do TRT 18, Geraldo Rodrigues do Nascimento, e diversas autoridades do governo do Estado.


Zé Garrote realizou a abertura e destacou a importância do evento pelos temas discutidos, como sanidade e sustentabilidade. "Essenciais para que os produtos possam ser exportados sem restrições. Goiás, devido à sua localização geográfica, tem o potencial de se tornar um hub logístico para o Brasil, mas precisa de investimentos em infraestrutura para melhorar a competitividade", acredita.



O diretor-executivo da Adial Log, Eduardo Alves, destacou uma década de conquistas da entidade, ressaltando os momentos significativos ao longo dos anos. "Em cada projeto e parceria, houve impactos positivos das nossas ações. O setor logístico é o coração pulsante da nossa indústria," afirmou. Ele mencionou a sólida rede de contatos e os eventos e workshops voltados para políticas públicas que a entidade promove.


Durante sua apresentação intitulada "Goiás em Transformação: Desafios e Oportunidades," o vice-governador de Goiás, Daniel Vilela, abordou dados econômicos e as potencialidades do Estado, enfatizando a necessidade de melhorar a competitividade dos produtos goianos por meio de investimentos em logística.




O vice-governador também mencionou um projeto de investimento significativo na área de logística até 2026, visando duplicar as áreas produtivas do estado e fortalecer sua economia. Ele destacou que Goiás é o quinto Estado no Brasil em termos de malha rodoviária e que a abertura de novas rodovias está sendo realizada de maneira estratégica. "Esses investimentos visam dobrar as áreas produtivas do estado, fortalecendo ainda mais a economia e a competitividade".


Painéis



O CEO da Web Radar, Dante Mattos, e o secretário de governo, Adriano da Rocha Lima, apresentaram o primeiro painel intitulado "Logística e Tecnologia". Mattos explicou como a Web Radar transforma dados em informações valiosas, mostrando exemplos tecnológicos no segmento de transporte. Foram mencionados diversos usos, como o monitoramento de veículos, informações sobre o consumo de combustível, identificação do motorista, nível da carga da bateria de carros elétricos e temperatura do baú frigorífico. "Essas informações simples e pontuais podem gerar valor significativo quando bem utilizadas", afirmou.


Além disso, Mattos apresentou novas tendências e direcionamentos para o mercado de tecnologia no setor de logística. Ele lembrou a importância de conhecer o cliente e entender suas necessidades para formatar a melhor solução possível. "Para vender tecnologia de forma eficaz, é crucial saber quem é o cliente e o que ele precisa, bem como conhecer a operação para oferecer a melhor solução".


Novos debates



Eduardo Kantz, Diretor de Relações Institucionais da Prumo Logística - Porto do Açu, e Tchequinho participaram do segundo painel, discutindo o tema "Exportações e União Europeia". Edwal Portilho destacou a rastreabilidade com um grande desafio para o setor produtivo goiano. Kantz apresentou dados sobre o Porto do Açu, sua capacidade de receber grandes navios e sua localização estratégica e mencionou as mudanças regulatórias internacionais, como a lei de desmatamento da União Europeia como um desafio e uma oportunidade. "Essa realidade impacta diretamente as cadeias produtivas de Goiás, mas pode também abrir diversas oportunidades".


Disse ainda que Goiás é uma referência para o Brasil, inclusive em termos de segurança. Apresentou dados sobre as exportações realizadas pelo Porto do Açu, ressaltando que é de águas profundas, o que permite a recepção dos maiores navios do mundo em rotas internacionais. "O Porto do Açu é privado e oferece soluções logísticas com vantagens competitivas, principalmente por estar localizado fora de grandes centros urbanos, o que facilita o crescimento", declarou.


Tchequinho ainda apresentou o vídeo da Agromil Experience, evento promovido pela Adial, e lançou a nova logomarca da Adial Log, em comemoração aos 10 anos da entidade. "O fortalecimento da logística mantém a competitividade de Goiás no cenário nacional e internacional".


China e Brasil

O diretor da Divisão de Transporte de Cargas a Granel da COSCO Shipping Company (América do Sul), Haozhen Tang, e o diretor de comércio exterior da SSA Alimentos, Antônio Augusto de Toni, fecharam a programação. Haozhen apresentou os potenciais da empresa chinesa e suas metas para o futuro, destacando o objetivo de construir um corredor logístico mais eficiente entre a China e o Brasil.



Fez observações sobre o mercado brasileiro e os preparativos feitos pela COSCO Shipping com foco em aproveitar as oportunidades futuras. Afirmou que o Brasil é um mercado promissor e que a colaboração entre o país e a China nos mercados internacionais tem se intensificado. "Vislumbramos a possibilidade como uma parceria, integrando os recursos para uma produção melhor," destacou.



Parceria


O desembargador do TRTGO, Weligton Peixoto, anfitrião do evento, falou sobre o desenvolvimento, progresso e industrialização. "A Justiça do Trabalho se aproximou da sociedade e do setor industrial. Tivemos a oportunidade de estreitar esse relacionamento, com essa integração para promover avanços no trabalho digno. O trabalhador é o maior patrimônio da empresa," enfatizou Peixoto, destacando a importância da colaboração entre o setor jurídico e industrial para o avanço das condições de trabalho.




O evento contou ainda com a participação de outras autoridades, como o secretário da Retomada de Goiás, César Moura, e o secretário de Agricultura do Estado de Goiás, Pedro Leonardo Rezende. Todos reforçaram a importância de fortalecer a logística para o desenvolvimento econômico e a competitividade de Goiás.


Fotos: André Costa

Kommentare


bottom of page