top of page

Na mídia

09.02.2024


Saiu na Coluna Giro desta sexta-feira, 09 de fevereiro.


Agroindústria

O presidente da Comigo, Antônio , esteve com Caiado para discutir a instalação de indústria em Palmeiras de Goiás, com investimento de R$ 1 bilhão. Discutiram alternativa ao iminente fim dos incentivos fiscais, previsto pela reforma tributária. Novas conversas devem acontecer em breve com auxiliares do governador.


Dificuldade

Chavaglia defende que, sem incentivos, “industrializar soja está inviável em Goiás”. O projeto prevê a construção de 4 quilômetros de ferrovia para conectar a planta industrial à Norte-Sul e o esmagamento de 5 mil toneladas do grão por dia. Praticamente a mesma quantidade das duas unidades em operação no município de Rio Verde.


Mais detalhes

A previsão da Comigo é gerar 500 empregos diretos com a planta, que vai esmagar soja para a produção de óleo e farelo. Segundo Antônio Chavaglia, o terreno já é da cooperativa e entraves para garantir energia e água foram superados. “Temos essa questão de fomento para resolver. Vamos ver se encontramos uma solução.” (Caio Henrique Salgado/ O Popular)

Comentarios


bottom of page