top of page

Primeira edição da Agro-Mill Experience abre as portas da indústria goiana


11.03.2024


Durante três dias, a Agro-Mill Experience, evento promovido pela Associação Pró-Desenvolvimento Industrial do Estado de Goiás (Adial), abriu as portas da indústria goiana para empreendedores e influenciadores de diversas regiões do Brasil. A iniciativa buscou não apenas mostrar a grandiosidade e importância do setor agrícola em Goiás, mas também criar uma conexão direta entre os líderes e os bastidores da produção industrial do estado.


Dia 1: Tecnologia, sustentabilidade e governança na SSA Alimentos


A visita aconteceu na quarta-feira, 06.03, na São Salvador Alimentos, em Nova Veneza, que tem como presidente do conselho, Zé Garrote, também presidente da Adial. O evento começou com uma imersão completa na fábrica. Os participantes percorreram as instalações, equipadas com o que há de mais avançado em maquinário. A interação direta permitiu uma compreensão profunda dos desafios e das soluções adotadas na agroindústria goiana.


"Esta é a oportunidade de demonstrar para o Brasil e para aqueles que não tiveram a chance de entender o que é a indústria do agronegócio, a sua importância e como é construído e realizado. Aqui as pessoas podem sentir o verdadeiro interior de Goiás, o que estamos fazendo e o que podemos fazer", afirmou Zé Garrote.


Com destaque nacional no empreendedorismo social, Raul Santiago, um dos participantes da expedição, declarou que conseguiu mergulhar na estrutura da indústria e entender como os fluxos e processos funcionam e se espalham pelo país e pelo mundo. “Muita coisa potente que precisar ser acessada e conhecida por outras pessoas. Estou ansioso para poder compartilhar o que vi aqui”, afirmou.


Dia 2: Responsabilidade social e energia renovável nos Laticínios Bela Vista e Bom Sucesso Agroindústria


Na quinta-feira, 07.03, os Laticínios Piracanjuba, em Bela Vista de Goiás, e Bom Sucesso Agroindústria, abriram as portas para os participantes do Agro-Mill. Os influenciadores puderam ver de perto todas as etapas do processo de produção tanto dos produtos lácteos quanto da cana de açúcar. A fundadora da Adapta Consultoria de Negócios, Viviane Ferreira, falou sobre a satisfação de participar da imersão e poder aprender sobre os mitos e as verdades da usina de cana de açúcar. "Foi também um processo de desconstrução do que imaginávamos que seria. Está sendo muito agregador", destacou.


A gerente de riscos da Austral Seguradora, Narelli de Paula, também relatou a importância do aprendizado. "Nos foi desmistificado vários aspectos da indústria da cana de açúcar". O sócio e curador de conhecimento da Inesplorato, Tulio Custódio, disse que um dos conhecimentos mais importantes nesta imersão foi perceber como a agroindústria trabalha de uma maneira circular. "Do início ao fim tudo é aproveitado".


O gerente técnico e de planejamento agrícola da Bom Sucesso, Paulo Francisco, lembrou os impactos positivos nos aspectos sociais resultantes da oferta de empregos gerada pela indústria. Já a supervisora de comunicação da Piracanjuba, Laila Santos, disse que é por meio dessas visitas que a indústria consegue demonstrar os pilares de produção, que envolvem sustentabilidade, responsabilidade social e governança.


Dia 3: Participantes conhecem a Rumo Logística, Fazenda Rio Verdinho e Grupo Cereal


Na sexta-feira, 08.03, o último dia da Agro-Mill Experience, foi reservado para visitas na Rumo Logística, Fazenda Rio Verdinho e no Grupo Cereal, em Rio Verde. A CEO da PopCorn Gourmet, Elaine Moura, apontou a grandiosidade do setor logístico que é responsável pelo crescimento do nosso país e por levar grãos pelo mundo. A especialista em Gestão de Projetos, Bia Vianna, ressaltou como a ferrovia facilita a vida e a logística do agro e de outras indústrias.


A fundadora da Adapta Consultoria de Negócios e franqueada da Popcorn Gourmet, Viviane Ferreira, a CEO e Diretora Criativa da Lerato Social, Rachel Brasil, e a pesquisadora que atua com responsabilidade social, equidade e gestão, Ludmila Ribeiro, também integraram a expedição. Elas destacaram a importância da atuação feminina no agronegócio e consideraram a presença das mulheres na indústria goiana como um diferencial.


A executiva na área de Recursos Humanos, Priscila Souza, disse que ao longo dos três dias conseguiu quebrar muitos mitos que tinha sobre o agronegócio. “Sempre que visitamos novas empresas nossa mente se expande. Ao mesmo tempo que aprendemos também ensinamos. Me enriqueceu muito conhecer o mundo dos agronegócios, com múltiplos empregos e oportunidades”, destacou.


Ao final dos três dias, o impacto do Agro-Mill Experience já era palpável. Os influenciadores, agora munidos de conhecimento e experiência direta, compartilharam em suas redes sociais as histórias e aprendizados vivenciados. Além de promover a indústria local, a Adial estabeleceu laços com influenciadores de diversas áreas, abrindo portas para futuras parcerias e colaborações.

Comentarios


bottom of page