top of page

Economia goiana cresce 3,14% em janeiro, aponta Banco Central

04.05.2023


A economia goiana continua em ascensão após apresentar os números do Produto Interno Bruto (PIB) de 2022. No último mês de janeiro, o Índice de Atividade Econômica (IBCR) de Goiás, considerado a prévia do PIB, apresentou crescimento de 3,14% em comparação a dezembro de 2022.


O resultado contrapõe a média nacional, que registrou queda de 0,04% no mesmo período. O índice é medido pelo Banco Central e os dados foram confirmados pelo Instituto Mauro Borges de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (IMB).



Indicadores mostram força da atividade econômica, com esforços do governo para qualificar os cidadãos e promover o fomento do estado (Foto: SIC)

Os dados apontam que Goiás registrou o 4° maior crescimento entre as unidades da federação com o índice divulgado. Regionalmente, acompanhando o recuo nacional de 0,04%, os estados de Santa Catarina (0,24), Rio Grande do Sul (0,38), São Paulo (0,51), Rio de Janeiro (0,92) e Pará (2,07) também tiveram impactos negativos.


Quando comparados os meses de janeiro de 2022 e janeiro de 2023, o crescimento registrado em Goiás, de 3,38%, também é superior à média brasileira no período, que foi de 3,03%. Nesta análise Goiás alcança a posição de 5° maior entre os estados que possuem o IBCR divulgado.


ACUMULADO

No acumulado de 12 meses, Goiás é o terceiro com maior crescimento do IBCR, com 4,61%, posição que também supera a média nacional, de 3%. O estado ficou à frente de Minas Gerais (4,19), Bahia (3,36), Ceará (3,18), São Paulo (2,94), Pernambuco (2,90), Santa Catarina (2,49), Rio Grande do Sul (1,37), Pará (0,72), Paraná (0,19) e Espírito Santo (-0,03).


Segundo o secretário-geral de Governo, Adriano da Rocha Lima, os indicadores mostram a força da atividade econômica do estado.


“Goiás sempre investe em políticas públicas que promovem, principalmente, mais atenção social e inclusão das pessoas em situação de vulnerabilidade. Além disso, o estado também está avançando na oferta de empregos, redução da desocupação e capacitação dos goianos. Todos os empenhos da gestão resultam no crescimento da nossa economia e vamos seguir avançando”, destaca.


O diretor-executivo do IMB, Erik Figueiredo, comemora os bons resultados.


“A nossa economia está em ascensão e estamos apresentando vários resultados positivos, enquanto a média nacional registra quedas. A nossa força se dá, principalmente, pela intensificação de esforços da gestão para qualificar os cidadãos e promover o fomento da nossa economia.” (Secretaria-Geral de Governo – Governo de Goiás)

댓글


bottom of page